Viagens na minha terra...


Foto 2




Destas terras de aconchego, lampadários
No denso negrum,
Ó cavaleiros d'antanho, temerários,
Que é de vós, de cada um?

De Gualdim, o da lenda, que, lenda embora,
Nada fez vacilar, nem mesmo o amor
Que ao filho votava, e  naquela ignara hora
Soube dizer com destemor:
- Honra o Reino e a nosso Amado Rei e Senhor!

publicado por Paulo César às 23:29