Viagens na minha terra...

 

Foto 4

 

Do teu castelo, mirante,

Alcanço longe os figueirais

Onde num tempo distante

Eu mourejei como os mais...


Vejo o rio vagaroso correr

Entre margens, bordejando

O jardim, onde ao entardecer

Os casais vão namorando...


Oh terras da minha alegria,

Oh gentes da minha gente,

Que chamamento me lançais?


Quisera eu estar onde estais

E adormecer docemente

Para sonhar até ser dia!

 

By Paulo César, em 08.Out.2006, 15h00

sinto-me: Encantado
publicado por Paulo César às 14:46